segunda-feira, 12 de março de 2012

10 dicas para tratar a acne grau I (cravos)


Vou dar uma geral nesse assunto, pois é uma dúvida recorrente.

Os cravos nascem por dois motivos: um aumento da gordura produzida em glândulas da pele e o entupimento dos poros por onde essa gordura deveria ser liberada. A transformação de um cravo em espinha ocorre quando ele enfrenta uma infecção, uma reação do corpo à presença de bactérias no local.

O cravo fica preto quando o poro está aberto e a gordura dentro dele entra em contato com o ar (oxidação). Quando o cravo é branco, significa que a pele cobriu o poro e impediu a gordura de entrar em contato com o ar. Este se transforma mais facilmente em uma espinha.

Cravo não é um bicho. Há cravos contaminados pela presença de um ácaro, comum em pessoas de pele clara e com mais de trinta anos,  e não são transmissíveis.

Como evitar e tratar?

1.  Lavar o rosto duas vezes por dia, de preferência de manhã e à noite, com um sabonete anti-acne.

2.  À noite, passe um demaquilante ou leite de limpeza sem álcool e livre de óleo.

3.  Em geral, é indicado fazer uma limpeza de pele uma vez por mês com uma esteticista. Mas atenção! Não é em todos os casos que a limpeza está indicada, principalmente se houver espinhas.


4.  Evitar o excesso de sol, pois engrossa a pele e aumenta a oleosidade. Quando isso for inevitável, proteja-se com filtros solares em gel, que não são gordurosos.

5.   Evite passar a mão no rosto. Isso mesmo! As mãos e os dedos carregam bactérias, suor e sujeira que entopem os poros e deixam a pele ainda mais oleosa e irritada.

6.  Cabelos presos! Franjas e cabelos nas costas transferem a sua oleosidade natural para a pele e vão propiciar o aparecimento da acne.


7.  Maquiagens, principalmente as bases, também entopem os poros. Por isso é proibido dormir maquiada. É uma das principais causas de cravos e espinhas!!!

8.  Evite o excesso de frituras, doces e produtos à base de leite.

9.  Às vezes são necessários medicamentos tópicos à base de ácido retinóico, peróxido de benzoíla ou antibióticos, que são prescritos por dermatologistas.

10.  Tratamento eficiente: Peelings superficiais. Adoro o resultado dos peelings de ácido retinóico e salicílico para acne.

2 comentários:

Makie disse...

Olá Marinella, eu estou tendo problemas com acne há uns meses e nunca tinha tido antes. Notei que ao usar medicamentos (prescrito pelo médico) a acne não curou…pelo contrário permanece no rosto até hoje. Porém há uma semana desisti de passar a pomada e usar cosméticos para pele acneica e pra minha surpresa estão secando…. a senhora na sua experiência saberia me dizer se uma pele normal que nunca teve acne não deve então usar estes cosméticos para acne, e se passar pomada prolonga a espinha na pele? Pois eu estou achando isso…..ou será que estão sumindo porque 6 meses já se passaram então tava na hora mesmo rs…. P.S meu dermatologista não acha necessário minhas consultas sobre acne…por isso não fiz essa pergunta a ele (estou procurando um outro pois moro no Japão e a cultura é um pouco diferente) Abraços.

Marinella Felice disse...

Olá, Makie! Primeiramente deve ser identificada a causa da acne, que pode ser hormonal, cosmética (os produtos usados podem causar a acne), etc. Segundo que o tratamento tem que começar a dar resultados após o primeiro mês (e não 6 meses). Como o medicamento não deu resultados no tempo previsto, deveria ter sido trocado. Além disso, a nossa pele tem algumas fases... Exemplo: em uma época do ano ela pode estar seca e em outra mais oleosa. Então o tipo de cosmético prescrito pode variar. Espero ter respondido a pergunta. Abraços! Volte sempre!